Páginas

domingo, 8 de janeiro de 2017

O QUE É ECONOMIA DE DEUS?


     A Bíblia, composta de sessenta e seis livros e, se quisermos fazer um estudo completo e cuidadoso da Bíblia, com discernimento espiritual, perceberemos que a economia de Deus é simplesmente o Seu plano de dispensar a Si mesmo para dentro da humanidade. A economia de Deus é o dispensar de Deus, que nada mais é do que Ele dispensando a Si mesmo para dentro da raça humana. É lamentável que o termo "dispensação" tenha sido mal usado pelo cristianismo. A sua definição é quase a mesma da palavra grega "economia". Significa o arranjo administrativo, o gerenciamento governamental ou o dispensar, distribuir o mordomado do plano de Deus. Nesta divina dispensação, Deus, que é todo-poderoso e todo-inclusivo, não tem a intenção de dispensar nenhuma outra coisa para dentro de nós a não ser a Si próprio. Isso precisa ser repetido muitas vezes a fim de impressionar-nos profundamente!

     Deus é excedentemente rico. Ele é como um homem de negócios bem-sucedido que tem um enorme capital. Deus tem um negócio neste universo e a Sua enorme riqueza é o Seu capital. Não percebemos quantos bilhões, incontáveis bilhões, Ele tem. Todo esse capital é simplesmente Ele mesmo; e com esse capital Ele tenciona "manufaturar" a Si mesmo numa produção em massa. O próprio Deus é o Negociante, o Capital e o Produto. A Sua intenção é dispensar a Si mesmo a muitas pessoas numa produção em massa, livre de taxas. Por isso, Deus precisa de tal arranjo divino, de um gerenciamento divino, uma dispensação divina, uma economia divina a fim de transmitir a Si mesmo para dentro da humanidade. 

     Sejamos mais específicos. Agora que sabemos que o propósito de Deus é dispensar a Si mesmo, precisamos descobrir o que Deus é, a fim de sabermos o que Ele está dispensando. Em outras palavras, qual é a substância de Deus? Quando um homem de negócios planeja manufaturar um produto, ele deve, antes de tudo, estar claro acerca da substância ou do seu elemento constituinte básico. A substância de Deus é Espírito (Jo 4:24). A própria essência do Deus todo-poderoso, todo-inclusivo e universal é simplesmente Espírito. Deus é o Fabricante e tenciona reproduzir a Si mesmo como o Produto. Portanto, o que quer que Ele produza, tem de ser Espírito, a própria substância de Si mesmo.

Extraído do livro: A economia de Deus

Fonte: http://entremescladosnocorpo.blogspot.com.br/2012/02/o-que-e-economia-de-deus.html